Sanofi

Sobre a Prisão de Ventre

A prisão de ventre é um estado clínico muito desconfortável que pode interferir seriamente com a sua qualidade de vida.


  • O que é prisão de ventre?
  • Sintomas de prisão de ventre
  • Causas da prisão de ventre
  • Conselhos para prevenção da prisão de ventre
  • Opções de tratamento da prisão de ventre
  • Quando deve consultar o seu médico
  • Prisão de ventre durante a gravidez e durante a amamentação
    • A prisão de ventre durante a gravidez e durante a amamentação andam muitas vezes de mãos dadas. Durante toda a gravidez, diversos fatores podem contribuir para a prisão de ventre. Algumas das causas mais comuns são alterações hormonais e suplementos pré-natais que contenham ferro. Mais tarde na gravidez, a expansão do útero pode aumentar a pressão sobre os intestinos, provocando também prisão de ventre.

      Após o parto, as mulheres podem continuar a ter prisão de ventre devido a flutuações hormonais, analgésicos como resultado de uma episiotomia ou cesariana, ou desidratação se estiver a amamentar.

      Para aliviar a prisão de ventre durante ou após a gravidez, o seu médico pode recomendar um amolecedor de fezes, como DulcoSoft. Se está grávida ou a amamentar, deve falar com o seu médico antes de tomar um laxante.

      Após o parto, um laxante estimulante como é o caso de Dulcolax ou Dulcogotas, também pode ser uma boa opção para aliviar a prisão de ventre. Estudos clínicos recentes mostraram que nem o bisacodilo, a substância ativa de Dulcolax®, nem o picossulfato de sódio, a substância ativa presente em Dulcogotas, são excretados no leite materno. Como com qualquer medicamento, deve conversar com o seu médico antes de tomar Dulcolax® ou Dulcogotas® se estiver a amamentar.

  • Conselhos de viagem

Prisão de ventre durante a gravidez e durante a amamentação

A prisão de ventre durante a gravidez e durante a amamentação andam muitas vezes de mãos dadas. Durante toda a gravidez, diversos fatores podem contribuir para a prisão de ventre. Algumas das causas mais comuns são alterações hormonais e suplementos pré-natais que contenham ferro. Mais tarde na gravidez, a expansão do útero pode aumentar a pressão sobre os intestinos, provocando também prisão de ventre.

Após o parto, as mulheres podem continuar a ter prisão de ventre devido a flutuações hormonais, analgésicos como resultado de uma episiotomia ou cesariana, ou desidratação se estiver a amamentar.

Para aliviar a prisão de ventre durante ou após a gravidez, o seu médico pode recomendar um amolecedor de fezes, como DulcoSoft. Se está grávida ou a amamentar, deve falar com o seu médico antes de tomar um laxante.

Após o parto, um laxante estimulante como é o caso de Dulcolax ou Dulcogotas, também pode ser uma boa opção para aliviar a prisão de ventre. Estudos clínicos recentes mostraram que nem o bisacodilo, a substância ativa de Dulcolax®, nem o picossulfato de sódio, a substância ativa presente em Dulcogotas, são excretados no leite materno. Como com qualquer medicamento, deve conversar com o seu médico antes de tomar Dulcolax® ou Dulcogotas® se estiver a amamentar.

Saiba mais sobre os temas comuns relacionados com a prisão de ventre

Está prestes a sair do website Dulcolax. Ao clicar no botão ”Ok” será direcionado para outro website onde os termos e condições podem ser diferentes das do website Dulcolax. Deseja continuar?

Utilizamos cookies próprios e de terceiros para proporcionar-lhe um acesso melhor e personalizado ao site, bem como mostrar-lhe publicidade relacionada com as suas preferências de navegação. Ao clicar em “aceito” está a consentir o uso de cookies. Para desativar o google analytics carregue aqui

Aceito o uso de cookies Mais informação sobre cookies